A capacidade de lidar com adversidades para realizar.

Em um dos encontros estratégicos acerca do plano de negócios da nova empresa que estava sendo projetada, os empreendedores perceberam que seria prático utilizar uma das Soluções relacionadas no Núcleo de Projetos Marketing: a Solução Naming. Este primeiro desafio do Estúdio ficou sob responsabilidade do sócio Raphael Peniche que ponderou levar em consideração unir suas experiências profissionais com as de seu sócio, Marcelo Germano, dentro de um map mind e utilizar os conceitos que houvessem sinergia.

Esta ideia deu certo, foi constatado que resiliência destoava dos demais conceitos evidenciados nesse mapa e foi o ponto de partida para a pesquisa chegar a um dos elementos mais fortes descobertos pelo ser humano: o grafeno.

Como é um elemento químico, tentaremos simplificar essa explicação ao máximo: o grafeno é um material oriundo da mistura de átomos de carbono, aquele que forma o grafite. Essa composição de carbono gera uma série de hexágonos interligados entre si, formando uma folha finíssima e muito resistente, que lembra muito uma colmeia. E tem esse nome por causa da junção da palavra grafite e do sufixo "eno", muito empregado em química.

O grafeno foi teorizado em 1947 pelo físico Philip Russel Wallace. Em 1962 que ele se tornou realidade, através dos químicos Ulrich Hofmann e Hanns-Peter Boehm, este último quem o batizou. E em 2004 foi materializado pelos físicos Andre Geim e Konstantin Novoselov que receberam o Nobel de Física em 2010.

http://www.nobelprize.org/nobel_prizes/physics/lau...

Esse material é comprovadamente celebrado como o mais forte, mais leve e mais fino já encontrado, virtudes que destoam dos materiais já conhecidos atualmente, o que já é muito notável. Além disso, o grafeno, ao ser produzido, possui características ímpares para se adaptar a qualquer projeto: é transparente, elástico e conta com propriedades elétricas e óticas.

E mesmo novo, já é considerado como um material revolucionário por possuir a versatilidade que a inovação requer a todo instante, seja em atualização de ou em novas tecnologias.

Esta descoberta foi prontamente aceita pelos empreendedores e entusiasmou Marcelo Germano a utilizar a Solução Identidade Corporativa, presente no Núcleo de Projetos Design, para desenvolver a marca. Neste processo foi identificado que legalmente não é possível registrar o termo “grafeno” como marca privada, sendo assim, ficou definido que fosse acrescentado a consoante “n”, realizando a marca Grafenno. Tornando o desenvolvimento do símbolo muito mais intuitivo e criativo: manter um círculo central, representando o conhecimento dos empreendedores e seu principal capital, com quatro satélites em órbita, que representam os Núcleos de Projetos. A impressão da letra “g” internamente ao círculo central corrobora para uma composição harmoniosa e liga diretamente ao nome, mesmo sem precisar citá-lo, finalizando a estilização do símbolo.

Carinhosamente, apelidamos o símbolo de “patinha”.

Esta evolução no desenvolvimento do símbolo que acabou de ser criado se fortaleceu com a escolha da tipografia “serifada” e da harmonização com as cores: a cinza, uma singela homenagem ao grafite, e a laranja, fonte de entusiasmo e energia.

Saiba já o que podemos fazer pela sua empresa!



Qual a sua demanda?